18.8.08

Numa destas tardes quentes de verão e sem nada de muito substancial para fazer (a não ser apanhar sol!), resolvi pegar no meu PC e navegar um pouco pelo fantástico mundo do MYSPACE. Com um pouco de tempo acabamos por descobrir, pequenos tesouros.

Então, e após alguns "clicks", eis que encontro o meu primeiro tesouro musical!

Jesse Harris, com uma mistura de musica pop com traços de Indie, mesclados com instrumentos tradicionais de folk! O resultado final é brilhante.

Uns "clicks" mais e surge-me uma voz feminina, encantadora e doce! Priscilla Ahn, é um verdadeiro doce para os ouvidos e para os sentidos. Com musicas calmas a convidar para uma viagem pelo mais intimo do nosso ser. Um momento ZEN!

Continuando a minha viagem, encontrei uma voz empolgante, num corpo frágil de menina! Catherine Feeny conseguiu alegrar o meu dia! YOU MAKE MY DAY! Dancei e cantei ao som das belas musicas desta jovem e encantadora cantora!

E eis que no meio desta viagem me encontro com Laura Jansen! Uma deusa da música acústica!

No caminho apanhei um senhor chamado Jay Nash. E confesso que fiquei apaixonado pela sua música, logo ao som dos primeiros acordes. Aconselho vivamente a ouvirem com muita atenção este músico.

Num registo um pouco diferente, mas não indiferente, encontrei a LEILA, com um estilo musical muito específico, a fazer-me transportar para os meus sonhos mais esquisitos. A fazer lembrar BJORK.

E eis que com um nome deveras original, encontro o fantástico Lightspeed Champion! Com um estilo de música difícil de caracterizar, mas sonoramente agradável! O melhor mesmo é ouvirem!

Termino este post com uma voz quente, sensível e altamente melódica! Chama-se Andrew Bird e é melhor ouvirem!

 

Até Breve!

 

link do postPor pinguboy, às 21:12  comentar

Uma musica, que não me tem saído da cabeça é a musica "Together in Electric Dreams de Giorgio Moroder & Philip Oakey".

Se bem que prefiro a versão cover do DAVID FONSECA!

 

No entanto aqui fica a letra do Original:


I only knew you for a while
I never saw your smile
Till it was time to go
Time to go away (time to go away)

Sometimes its hard to recognise
But comes as a surprise
And its too late
It's just to late to stay (to late to stay)

We'll always be together
However far it seems (love never ends)
We'll always be together
Together in electric dreams

Because of the friendship that you gave
Has taught me to be brave
No matter where I go
I'll never find a better prize (find a better prize)

Though your miles and miles away
I see you everyday
I don't have to try
I just close my eyes
I close my eyes

 

We'll always be together
However far it seems (love never ends)
We'll always be together
Together in electric dreams

 

 

link do postPor pinguboy, às 21:10  comentar

13.8.08

Depois de um reconfortante banho de agua quente e claramente mais limpo (até parece que o moreno saiu todo!!) é altura de fazer o rescaldo do SW 08!

 

E a 3ª vez...

Não, não fui para cima do palco principal,

Não, não andei todo nu no recinto (mas houve quem andasse ou pelo menos quase!),

Não, não tive o bilhete pago!

 

À 3ª vez.... Conheci o David! O tal que é Fonseca! Que canta e encanta toda a gente que o ouve!

 

 

 

Agora em relação à parte musical, começo por dizer que foi um SW de muitas surpresas e algumas certezas!

Muitas surpresas mesmo e algumas pequenas grandes descobertas!

Logo no primeiro dia os SOULS OF FIRE debateram-se muito bem e ganharam claramente a batalha! Foi sem dúvida alguma, um concerto muito bom!

No mesmo palco, mas um pouco mais tarde DAVID RODIGAN deu muita música a toda a gente que o quis ouvir. Um concerto cheio de ritmo e belas melodias! Muito bom!

 

No palco secundário e falando ainda do primeiro dia, JOSE JAMES é sem sombra de duvida um nome a reter. Junta sonoridades blues e jazz com uma voz hip hop e rap obtendo assim um resultado brilhante!

 

Ainda no mesmo dia, mas no palco principal, falhei ao concerto dos NATIRUTS, mas ouvi falar muito bem do concerto, confesso que tenho uma certa curiosidade sobre este grupo, pois não sou conhecedor das suas músicas, mas de qualquer forma aqui fica o registo da sua passagem pelo SW 08.

Um dos concertos mais bonitos a nível visual, foi sem dúvida o da BJORK. Com uma indumentária muito própria, com uma sonoridade estranha e com uns músicos no mínimo irreverentes, este foi sem duvida um dos concertos mais bonitos e diferentes que já vi. Pena não se enquadrar muito no espírito do SW. Mas valeu pela diferença.

Para terminar o rescaldo do primeiro dia tenho ainda de falar dos TINARIWEN. Um grupo africano, musicalmente diferente, mas que deu um bom espectáculo. Para quem gostar de sonoridades africanas, aqui fica o registo. Pena não ter conseguido ver o concerto todo!

 

E assim foi o primeiro dia!

 

No segundo dia, e do melhor que vi neste festival, tivemos o AL BOROSIE. Um reggae puro e duro, ao bom jeito do nosso amigo BOB! Este foi um dos pontos altos do SW 08! Grande concerto!

 

Neste mesmo dia, mas no palco planeta, CIDINHO & DOCA, partiram a loiça toda! Foi uma animação com o "RAP DAS ARMAS" sempre a bombar!

 

No palco principal RITA REDSHOES, cumpriu e teve mais uma brilhante interpretação. YAEL NAIM, não desiludiu. Bem pelo contrário, teve muito bem musicalmente e a "puxar" pelo publico! Uma imagem de marca é a cara de felicidade, que a YAEL apresenta! Está mesmo a viver o seu sonho!

O melhor concerto de todo o SW foi o dos CHEMICAL BROTHERS! Foi simplesmente fantástica a actuação desta dupla Inglesa. Todo o concerto pensado ao pormenor, um verdadeiro espectáculo de som e imagem. O final perfeito para o dia da enchente no SW... 200 mil pessoas tiveram nesse dia na Herdade da Casa Branca!

 

No terceiro dia, foi com muita pena minha que não consegui ver ZIGGI, mas infelizmente e com tantos concertos ao mesmo tempo, não há tempo para tudo!

De qualquer forma, neste dia aconteceu uma das maiores surpresas deste festival. OS PONTOS NEGROS, uma banda de todo desconhecida para mim e que nos apresenta o belíssimo tema "Contos de fadas de Sintra a Lisboa". Com uma presença em palco irreverente, esta banda tem potencial para se tornar um símbolo no panorama musical português. A ver vamos se têm pernas para andar.

 No mesmo palco, mas um pouco mais tarde, actuou o CAMANÉ! Não vi este concerto, mas conta quem viu que foi um excelente concerto a primar pela diferença no SW!

Penso que é a primeira vez que o fado vai ao SW! Por isso, os meus parabéns!

 

Falando do palco principal, este foi um dia cheio de emoções. Começando pelos MELEE, que deram verdadeira expressão ao "ROCK ON". Este grupo californiano, tem uma presença em palco notável, mostrando que tem ainda muita margem de progressão! As canções são boas e as melodias fazem lembrar os KEANE! Pessoalmente gostei!

De seguida entrou a menina BRANDI CARLILE. De aparência frágil, mas com uma voz potente, deixou o SW ao rubro. O final do concerto, foi arrepiante, com uma versão ao vivo e a cores do seu single "The Story". Não conhecia esta menina norte-americana, mas fiquei fã! Venha mais Brandi!

O momento seguinte foi para mim o mais emocionante de todo o SW, pois actuou o fantástico DAVID FONSECA com mais uma esplêndida actuação, com um final apoteótico! Parabéns David... estás cada vez melhor! Prova disso foram as milhares (sim milhares....) de pessoas que estavam  a ver o teu concerto! Foi fantástico! Adorei!

A VANESSA DA MATA, não é de perto nem de longe a minha cantora favorita, mas como todos conhecemos os seus sucessos, resolvi ficar para ver. O espectáculo é bom, a musica também, só que não se enquadra muito na perspectiva do SW. muito embora as musicas "Não me deixe só" e "Boa Sorte" tenham sido cantadas por toda a gente!

 

Para o ultimo dia, estavam guardadas algumas das melhores actuações do SW 08. A começar pelos FANFARLO, que não desiludiram. Seguindo-se dos TARA PERDIDA, que deram um grande concerto. Dos melhores!

Mais tarde, entraram os XUTOS, que são como o vinho do porto e quanto mais velhos, melhores estão! O concerto dos Xutos, foi muito bom a roçar a perfeição!

Depois entraram os FRANZ FERDINAND, que voltaram a partir a loiça toda! O concerto foi muito bom, com uma das melhores actuações de sempre dos Franz!

 

Mais tarde, na área positive vibes entrou POW POW. Que pôs toda a gente a dançar reggae!

 

Assim foi mais uma edição do SW! Com muita animação, alegria e algumas peripécias pelo meio!

 

Para o ano há mais!

link do postPor pinguboy, às 19:54  comentar

4.8.08

Um dos concertos que não vou perder de certeza absoluta é o concerto de Yael Naim.

Esta menina Franco- Israelista de voz doce, com belissima melodias e letras apaixonantes, vai-me levar a primeira fila no concerto dela.

Estou com esperanças de ver uma grande actuação....

 

As espectativas são altas... mas ela vai superar as minhas melhores espectativas!

 

Aqui fica o video:

 

 

link do postPor pinguboy, às 00:06  comentar

Desde o lançamento oficial do cartaz do Sudoeste, que tenho ouvido com atenção alguns dos grupos menos conhecidos, que marcam presença na edição deste ano.

De entre todos, há um que me chama especial atenção, pelo estilo de musica e pelas composições musicais.

 

 

Esta musica é uma das que está sempre em "repeat" no meu player.

 

Entretanto podem ouvir outras aqui.

link do postPor pinguboy, às 00:02  comentar

3.8.08

É com muita pena minha, que este Senhor não vai estar presente nesta edição do SW.

É um dos musicos que mais aprecio e dos que mais anseio poder ver ao vivo e a cores.

 

Enquanto a longa espera nao termina, deixo-vos o video e a brilhante voz deste Senhor.

 

 

 

link do postPor pinguboy, às 23:40  comentar

Diz o ditado que à 3ª é de vez....

Fico a pensar em que medida isso se aplica ás coisas banais da vida.... tais como uma ida ao SW!

 

Este ano é a minha 3ª vez.... no SW!

O que irá acontecer.... Se à 3ª é de vez!

 

Será que por ser a 3ª vez vou conhecer o David?

Será que por ser a 3ª vez não pago bilhete?

Será que por ser a 3ª vez posso andar todo nu no recinto?

Será que por ser a 3ª vez posso ir para cima do palco principal, cantar e dançar.... e mandar toda a gente embora, para poder ficar com todo o espaço só para mim?

 

Se há coisa que a 3ª vez me dá, é a experiência para aproveitar ao máximo... Ao máximo, pois a 3ª pode também ser a ultima!

 

Até já...

link do postPor pinguboy, às 23:06  comentar

Pesquisar no Blog
 
subscrever feeds